Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


 

Comigo resulta. Quando sinto a mente a entupir de pensamentos, eu tenho de parar, respirar e aquietar a mente porque senão vai tudo abaixo. Perco o foco, disperso, deixo de ser produtiva e estou a magoar-me a mim mesma.

 Acho mais benéfico meditar um minuto apenas, do que forçar a mente a permanecer quieta durante vinte ou trinta minutos. Parece pouco tempo, mas de facto, o tempo é relativo e neste caso, menos pode ser mais. Eu criei um hábito. Sempre que preciso, faço esta pausa, onde quer que esteja. Não precisamos de ter os olhos fechados, podemos tê-los abertos e estar concentrados apenas na respiração e assim, usar esta ferramenta em público. Na fila do super mercado, no trabalho, no trânsito, sem que as pessoas olhem para nós e pensem que estamos "malucos".

 Deixo-vos este vídeo com uma curta meditação guiada de um minuto que fiz (eu sei que vai soar lamechas) com muito amor e carinho, sempre na esperança de ajudar alguém a sossegar o turbilhão da mente.

 Mente aberta e experimentem :)

P.S Obrigada à equipa sapo pelo destaque, fiquei muito contente!

 

Fim

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

29
Mai18

Eutanásia não?

por Pântano

  Talvez no futuro, as pessoas que são hoje contra a eutanásia, venham a ter uma morte lenta e dolorosa e percebam nessa altura a necessidade da eutanásia e o seu significado, pois não é ela um retrocesso civilizacional mas evolução, porque se entende o sofrimento do outro, que por mais cuidados que sejam prestados, por vezes não são o suficiente.

Por isso, critiquem-me, julguem-me e tudo mais, mas antes sintam. 

Fim

Autoria e outros dados (tags, etc)

31
Mar18

A obsessão pelo saudável

por Pântano

 O ser humano sempre se preocupou com a sua saúde, beleza e com a preservação da vida mas parece que foi nos últimos anos que a importância de ser saudável ganhou mais força. A indústria do saudável continua a crescer, pois, segundo parece, há cada vez mais pessoas com rotinas sedentárias e claro, isso provoca problemas. Há uma necessidade de encontrar algo que quebre esse desequilíbrio e é aqui que entra o exercício físico e a alimentação. Ter noção e necessidade de alterar o nosso estilo de vida de forma a melhorarmos certo problema é ótimo, expeto quando o ser saudável se torna uma obsessão. Não é conveniente combater um desequilíbrio com outro. Todos temos a nossa rotina, vícios e gostos e é a partir daí que temos de trabalhar e não apenas sonhar com algo que não é acessível para a nossa pessoa. Há quem adore desporto e precise de exercitar, é uma necessidade. Para outros é um castigo e a vida é demasiado curta para fazermos o que não gostamos. Não é necessária uma mudança vertiginosa. Basta encontrar uma atividade física da qual gostemos e começar a criar novos hábitos aos poucos. O mesmo na alimentação. Não faz sentido comer algo do qual não gostamos ou aderir a dietas que não fazem sentido para nós, apenas porque é isso que é considerado saudável. Há tanta informação que as pessoas sentem-se perdidas. O que é afinal saudável e o que não é? Vemos uma publicidade de comida gulosa e deliciosa e a seguir uma publicitação com modelos com corpos que seguem o “ideal”. A sociedade pode definir um ideal mas os ideais estão em constante mudança. Cada um de nós tem de saber ser forte o suficiente para ser fiel àquilo em que acredita e fazer mudança porque quer e não por influência dos outros. Que sejamos livres de sermos gordos, magros, definidos ou flácidos, porque no final de contas, se não o formos, não mais é do que repressão e curiosamente, deixa igualmente de ser saudável.    

Fim

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

Aviso

Não consigo responder às mensagens. Se pretenderem uma resposta, comentem nos "comentários" dentro da publicação. Obrigada por acompanharem este blog!



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2018
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ