Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pântano

Este é sem dúvida um mundo ruidoso

Pântano

Este é sem dúvida um mundo ruidoso

The bored carrot

Pântano, 22.09.22

(Em inglês desta vez, só porque acho que escrever é uma boa forma de aprender a língua)

After many attempts the bored carrot found a way to uproot herself out from that precarious land.

She started walking with only the thoughts in her mind that slowly dissipated with each step.

The bored carrot doesn`t know how long she has been walking but she noticed that the moon is in a different shape as well as the landscape.

She was strong enough to walk without stopping ultil she happened to come across an airy land with a river running through it.

She felt comfort for the first time in a long time and in that moment she had no doubts and sat up. 

 

The end

A tentativa da cenoura aborrecida

Pântano, 16.08.22

A cenoura aborrecida encorajou-se 

Respirou fundo

Levou as ramas ao chão e fez força 

Tentou desenterrar-se 

Fez força 

Muita força 

Algo cedeu 

Teve esperança 

Fez um pouco mais de força 

Mas uma das ramas não aguentou a pressão 

Logo a seguir a outra fraquejou também 

O pouco que cedeu voltou a enterrar-se

Parece um falhanço 

Não para a cenoura aborrecida 

Cedeu um pouco

É possível 

Terá de aperfeiçoar a estratégia 

 

Fim

Quando a cenoura aborrecida tolera o aborrecimento

Pântano, 10.08.22

A cenoura aborrecida não gosta de viver enterrada

Do tédio do pouco que tem para fazer, sentir, ver, ouvir, cheirar, provar

Mas, há um momento em que não se importa

Quando desenterra a cabeça para espreitar a superfície e só encontra agitação, inquietação, opinação 

Volta a enterrar-se, dividida no pensamento, carente de reconforto.

 

Fim

A sensibilidade da cenoura aborrecida

Pântano, 07.08.22

Além do aborrecimento a cenoura aborrecida sente uma tontura

Como se tudo à sua volta estivesse a girar continuamente 

Numa imensidão escura e desconhecida 

Algo que anda à volta de algo que anda à volta de outro algo e rodando sobre si

Um rodopio constante 

Tudo gira e gira e gira 

Aparentemente sem rumo

Gira também a mente da cenoura aborrecida 

Enterrada em terra firme

 

Fim