Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


06
Nov18

Desfrutar do presente

por Pântano

DSC_7798.JPG

 

 De manhã sentia-me motivada para o passeio que me aguardava e agora que já regressei, já sonho com uma nova aventura. E isso, em parte, é um problema! Mentes irrequietas e agitadas como a minha estão sempre à espera de mais e mais, acabando por não desfrutar completamente do momento presente. Começa a gerar-se uma certa ansiedade sempre associada ao futuro. "E agora o que vamos fazer?", "Onde é que vamos passear a seguir?" "O passeio está a terminar, não quero voltar para casa!". Admito que me relembro constantemente para parar, respirar fundo, afastar esses pensamentos chatos e desfrutar! E quando o faço, tudo parece mais claro. Respirar é a chave para controlar estas emoções. Este passeio terminou, mas outro certamente virá, por isso, respira. Isto é o que digo aos meus alunos nas aulas de meditação, por isso, não me posso esquecer de aplicar o que ensino.

 Para terminar, quero agradecer à equipa sapo que colocou hoje um post meu nos destaques, o que me motivou a seguir para a frente com esta secção "Pântano zen". Espero que as minhas partilhas vos sejam úteis de alguma forma.

Fim

05
Nov18

Mentes agitadas

por Pântano

 

  Eu tenho uma mente agitada, confesso. Tenho muitas ideias e quero fazer tudo ao mesmo tempo e depois por querer fazer tudo não faço nada ou faço com menos qualidade. A mente consegue ser um furacão de pensamentos. Nova informação constantemente a entrar, estimulo aqui e além. Faz isto e aquilo, corre! É importante dar um descanso à mente. Limpá-la de todo o nevoeiro que nos impede de pensar com clareza e deitar fora os pensamentos que já não nos servem. A mim faz-me bem meditar, por isso partilho este vídeo que fiz para o meu canal no youtube na esperança de poder ajudar mais algumas mentes agitadas como a minha. Bom começo de semana para todos!

Fim

15
Set18

O corpo é que paga

por Pântano

  O peito pesa, está apertado, o coração acelerado. Decisões têm de ser tomadas, o tempo escasseia, a cabeça perde-se e já dizia o cabeleireiro "Quando a cabeça não tem juízo, quando te esforças mais do que é preciso, o corpo é que paga" E ele paga. Onde está o que aprendi? Senta-te, fecha os olhos levemente. Costas direitas e relaxa. Foco na respiração. Inspira, expira, repete. Chega um pensamento, dois ou três, tudo ao molho.Deixa-os ir. Não interessam agora. Cinco minutos passaram. Já nada parece merecer tanto pensamento, até que a mente volte a esquecer-se e o ciclo recomeça. Treino.

Fim


Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

Aviso

Não consigo responder às mensagens. Se pretenderem uma resposta, comentem nos "comentários" dentro da publicação. Obrigada por acompanharem este blog!

Links

  •  



  • Arquivo

    1. 2020
    2. JAN
    3. FEV
    4. MAR
    5. ABR
    6. MAI
    7. JUN
    8. JUL
    9. AGO
    10. SET
    11. OUT
    12. NOV
    13. DEZ
    14. 2019
    15. JAN
    16. FEV
    17. MAR
    18. ABR
    19. MAI
    20. JUN
    21. JUL
    22. AGO
    23. SET
    24. OUT
    25. NOV
    26. DEZ
    27. 2018
    28. JAN
    29. FEV
    30. MAR
    31. ABR
    32. MAI
    33. JUN
    34. JUL
    35. AGO
    36. SET
    37. OUT
    38. NOV
    39. DEZ