Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



 Vê-se que a alimentação, no geral, é realmente deficiente quando se olha para um prato e, retirando a carne, sobram apenas arroz branco e batata frita. E o resto?

 Quando era criança diziam que eu era um pisco a comer e que devia ter vergonha porque há tanta gente a morrer à fome e eu a fazer birra por ter comida. Ainda conseguia comer algum peixe mas a carne era outra história. Fazia de tudo para me livrar dela. Felizmente, quem cozinhava para mim sabia cozinhar e fazia portanto muitos pratos saborosos, completos e o mais importante, sem carne, sem os seus nervos, mau cheiro e consistência estranha. Habituei-me assim, desde pequena, a comer pouca ou nenhuma carne.

 Mais velha, já adolescente, vi que não valia a pena forçar e "defini-me" como vegetariana.

 Desde então que evito dize-lo pois, sem querer sem rude, a ignorância das pessoas leva-me a esconder o facto. Raras são as pessoas que simplesmente aceitam a diferença e seguem em frente. O normal é fazerem as perguntas e comentários mais ridículos e ofensivos:

 "Não me digas que não comes um bic mac às escondidas?"

 "Não vês que os animais são feitos para os comermos, é o ciclo da vida"

 "Os animais nem têm cérebro, já nem sentem nada"

 "Vais ficar doente, espera para ver. É uma questão de tempo"

 "Mas o que é que comes, alface? E pão comes?" (Alface, pão? O quê?)

Todas estas frases e muito mais. Mas de certa forma eu entendo. Existe um estereotipo, e como sempre, existe um fundo de verdade. Há muitas pessoas vegetarianas insuportáveis, que não sabem também respeitar a alimentação do outro. Aliás, acho que agora até é moda. Reparo em pessoas que assim de repente, decidem ser vegetarianas, quando gostam de carne e toda a vida a comeram em porções consideráveis. Se querem mudar, não seria mais sensato, diminuir apenas? Em Portugal, antigamente, havia muita fome. Comia-se o que havia e pronto. Hoje há tanta comida que as pessoas perdem-se.

 Mas esse não é o foco deste post. O que quero dizer com tudo isto é que eu sou vegetariana porque gosto, quero e posso. Se há possibilidade de escolha, que o façamos. E para terminar, tenho a impressão que a maioria da ignorância sobre este tema sai de bocas jovens, parecendo os mais velhos mais compreensíveis. É a apenas uma impressão.

 Muito mais poderia ser dito acerca deste tema mas fiquemos por aqui. Já me fiz entender.

Fim

Autoria e outros dados (tags, etc)


10 comentários

Imagem de perfil

De Lady a 07.06.2018 às 17:49

O meu marido é vegetariano e realmente ouvimos coisas parvas, as pessoas falam sem pensar :S.
Concordo com o que dizes, parece que se tornou moda, pelo menos cada vez existem mais opções nos restaurantes ;).

Marina
Imagem de perfil

De Pântano a 07.06.2018 às 22:54

É mesmo, parece que não há um filtro entre o pensar e o falar. Obrigada pelo comentário. :)
Imagem de perfil

De Alfa a 07.06.2018 às 22:30

Não sou vegetariana,nem me vejo como tal. Prefiro largamente o peixe à carne. Respeito as opções de cada um e acho de facto essas perguntas que as pessoas fazem ridículas. De vez em quando gosto de comer um prato ou outro vegetariano. Se estiver com amigos ou colegas vegetarianos quando temos de comer num restaurante tenho o cuidado de escolher um sítio com opções vegetarianas.Agora também existem de facto vegetarianos bastante irritantes que tentam impor os eu estilo aos outros , eu conheci alguns desses e achei-os pedantes, também acho que está na moda e é "in".Mas pormim cada um come o que quer e o que gostar.
Imagem de perfil

De Pântano a 07.06.2018 às 22:57

Sermos diferentes alarga os horizontes, aprendemos uns com os outros assim. Obrigada pelo comentário. É bom saber que há quem entenda o que quis dizer com este post. :)
Imagem de perfil

De Maribel Maia a 11.06.2018 às 14:48

Parece-me que, apesar de tudo, começa a acabar um pouco deste preconceito e desconhecimento, afirmo isto porque vejo, cada vez mais, crianças vindas de famílias que já adoptaram esta forma de alimentação que acabam por explicar a outras crianças, etc... e quando as crianças crescerem serão adultos com menos preconceitos nessa área.... pelo menos é o meu desejo!!!
Imagem de perfil

De Pântano a 11.06.2018 às 16:09

Aos poucos vai lá. Acho importante conhecer alternativas e novas formas de estar. Obrigada pelo comentário!
Imagem de perfil

De Bruxa Mimi a 11.06.2018 às 14:58

Ao ler o título, interiormente fiquei um bocado irritada e pensei na resposta: "Não, não há. E eu não sou, há algum problema?". É que no meio onde me movimento, há mais "problema" em assumir-se que se gosta de carne do que em assumir-se como vegetariano(a). Ao ler o post percebi que essa questão, a dos vegetarianos pedantes, já estava abordada e "acalmei"...
Não sou de modas. Provavelmente nunca serei vegetariana. Mas sei perfeitamente que ser vegetariano é comer muito mais do que alface e pão... Ou não fosse eu cliente regular do restaurante vegetariano Terra (em Lisboa)!
Imagem de perfil

De Pântano a 11.06.2018 às 16:07

Exacto! É isso que eu acho, esta necessidade de afirmação e de incentivar o outro a ser algo que não é. Cada um faz o melhor para si. Obrigada pelo comentário.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

Aviso

Não consigo responder às mensagens. Se pretenderem uma resposta, comentem nos "comentários" dentro da publicação. Obrigada por acompanharem este blog!




Arquivo

  1. 2018
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ