Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



14
Abr18

Encontrei uma andorinha, e agora?

por Pântano

 Hoje, ao contrário do que é habitual, vou escrever este post de forma mais pessoal pois quero relatar algo que me aconteceu.

 É comum encontrar nesta altura do ano pássaros caídos e todos os anos não sei o que fazer com aqueles que estão vivos e aflitos. Não há muita informação que possa ajudar na internet e não consigo simplesmente ignorar aquele animal que vai, provavelmente, ser atropelado ou comido por um gato. Sempre que tentei ajudar, foi em vão pois a falta de conhecimentos não me permitiam dar melhores condições ao animal. Mas desta vez foi diferente. No outro dia, encontrei caída no chão, uma andorinha nova mas já adulta. Estava numa zona perigosa para ela e estava aflita. Não conseguia voar. Decidi apanha-la mas mais uma vez não sabia o que fazer mas este pássaro estava ainda com força por isso pareceu-me que as hipóteses de sobreviver eram altas, por isso esforcei-me, apesar de no fundo pensar que mais valia não fazer nada para não piorar. Primeiro perguntei a algumas pessoas o que fazer mas ninguém parece entendido em pássaros. Depois decidi levar o pássaro ao veterinário, com medo do dinheiro que ia gastar pois estou nas lonas neste momento mas felizmente a doutora foi muito prestável. Ajudou a alimentar e deu-me o contacto de uma associação protetora de animais selvagens ou algo do género. E assim fiz. Liguei e disseram-me para entregar o animal à GNR que eles iriam reencaminha-lo para a associação protetora mais próxima. Mais uma vez, assim fiz. Levei o pássaro, na caixa do gato, até à GNR. Por momentos pensei que ia voltar com o "Spicy", claro, tive de lhe dar um nome, mas depois de algum esforço de ambas as partes lá consegui que o pássaro fosse reencaminhado. Em algumas horas, iam busca-lo. Disseram que a associação me iria ligar no futuro para me informar da sua condição. Só espero que sobreviva.

 Foi uma experiência cansativa e confusa. Andei perdida de um lado para o outro a pé com um animal aterrorizado e sem saber muito bem o que fazer mas agora já aprendi. Se encontrar um animal selvagem que precisar de socorro, devemos contactar a GNR. Lá no posto, o Sr. guarda disse que fiz bem em entregar o animal e que já outras pessoas tinham entregue mochos e até águias mas também disse que não os podemos salvar a todos. No entanto, se tivermos numa posição em que conseguimos fazer alguma coisa, é melhor do que não fazer nada. Virar a cara aos problemas como é habito fazer, nunca é uma boa solução. Se queremos considerar-nos evoluídos, temos a responsabilidade de prezar belo bem estar da natureza.

 E foi esta a aventura que vos queria relatar.

Fim

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

Aviso

Não consigo responder às mensagens. Se pretenderem uma resposta, comentem nos "comentários" dentro da publicação. Obrigada por acompanharem este blog!




Arquivo

  1. 2018
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ