Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



26
Jul18

Qual é o meu oxigénio?

por Pântano

 Enquanto estava estatelada no sofá a espicaçar a gata com aquele brinquedo que é um pauzinho com um fio e um rato preso na ponta, pensava em algo. Qual é o teu oxigénio? Essa resposta sempre fora fácil. Até há pouco tempo teria respondido sem qualquer dúvida e cheia de confiança: Desporto! Mas desde que me fartei daquele que eu chamava o meu desporto, que me sinto perdida. A verdade é que quando me colo a algo, colo a sério mas quando largo, é a sério também. Desde então que ainda não surgiu nenhum outro passatempo que me preencha com tão grande entusiasmo. Vou continuar a brincar com a gata, talvez seja esse o novo hobbie.

Fim

Autoria e outros dados (tags, etc)

25
Jul18

Sem rumo mas com gelado

por Pântano

 E hoje lá fui eu, com uma pitada de motivação, até à cidade vizinha ver casas para uma eventual mudança. Para ser sincera, eu queria ir para ao pé do mar. Acordar todos os dias e sentir a sua brisa fresca. Mas estou muito longe do mar e segundo os meus cálculos, só tenho dinheiro para uma mudança pequena. Não é o ideal mas é uma mudança.Vi a casa, adorei, senti-me motivada mas no regresso a casa a minha motivação desceu a pique. Quero! Afinal já não quero! Mas o que é que eu quero? Estou completamente nas lonas, não tenho formação nem emprego, preciso de mar e não o posso ter. Se calhar devia fazer voluntariado. Pela primeira vez na minha vida estou desorientada. E como não chego a nenhuma conclusão, vou sair e comer um gelado,daqueles cremosos de máquina.

Fim

Autoria e outros dados (tags, etc)

24
Jul18

Preciso de sonhar

por Pântano

  Não vale a pena fingir. Hoje sinto-me deprimida. É tudo tão dificil! Quando somos crianças, quem cuida de nós tende a proteger-nos do mundo como se existisse um grande mal que nos pudesse atacar! Na altura eu não entendia mas como os adultos dizem "quando fores grande vais entender" e entendo. Vivemos num mundo que tem tanto de belo como de cruel e acho que querem proteger-nos do sofrimento da vida até onde seja possível. Mas nós é que criamos esse sofrimento. Nós é que contribuímos para um mundo pior. Enfim, vou deitar-me, preciso de sonhar!

Fim

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Mensagens

Aviso

Não consigo responder às mensagens. Se pretenderem uma resposta, comentem nos "comentários" dentro da publicação. Obrigada por acompanharem este blog!



subscrever feeds


Arquivo

  1. 2019
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2018
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ